Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2008

Natal Feliz !

Imagem
O primeiro Natal, do qual celebraremos hoje a memória, foi realmente alegre e feliz.Que alegria e que felicidade! Nasceu Jesus, o Messias prometido desde o Paraíso perdido, esperado pelos Patriarcas desde Adão, razão de ser do povo eleito, o Salvador da humanidade, o Senhor feito homem. E os anjos anunciaram aos pastores essa felicidade.

A aparição da estrela misteriosa fez renascer a felicidade no coração dos Magos que vieram do Oriente. Segundo a filosofia, felicidade é o estado constituído pelo acúmulo de todos os bens com a ausência de todos os males (Cícero, Tusculanes V,10 – Boécio, De Cons. Phil. III, p.2, 2-4). Então, como poderemos chamar feliz um Natal onde houve desprezo, rejeição – Jesus nasceu numa estrebaria por falta de lugar para Ele nas casas e nas hospedarias -, lágrimas, gritos, morte, luto – Herodes, perseguindo Jesus, mandou matar as crianças de Belém – fuga, desterro, pobreza, sacrifícios? Realmente, felicidade perfeita, na definição filosófica, só se encontrará …

Festa do Santo Natal

Imagem
É Natal, nasceu Jesus ! Estamos no Natal. Vêm-nos à lembrança os diversos fatos e circunstâncias que rodearam o nascimento do Filho de Deus, e o olhar detém-se na gruta de Belém, no lar de Nazaré. Maria, José e Jesus Menino ocupam, de modo muito especial, o centro do nosso coração. Que nos diz, que nos ensina a vida ao mesmo tempo simples e admirável dessa Sagrada Família?Entre as muitas considerações que poderíamos fazer, quero comentar agora principalmente uma. O nascimento de Jesus significa, como diz a Escritura, a inauguração da plenitude dos tempos, o momento escolhido por Deus para manifestar por inteiro seu amor aos homens, entregando-nos o seu próprio Filho. Essa vontade divina cumpre-se no meio das circunstâncias mais normais e comuns: uma mulher que dá à luz, uma família, uma casa.

A Onipotência divina, o esplendor de Deus, passam através das realidades humanas, unem-se ao elemento humano. A partir daí, nós, os cristãos, sabemos que, com a graça do Senhor, podemos e devemos …

Meditações para o Santo Natal - 9º Dia

Imagem
Ò Emanuel, nosso rei e legislador,esperança e salvação dos povos:vinde salvar-nos, ò Senhor nosso Deus


Tanto São Mateus como São Lucas nos falam de São José como varão que descendia de uma estirpe ilustre: a de Davi e Salomão, reis de Israel. Historicamente, os detalhes desta ascendência são um pouco confusos, não sabemos qual das duas genealogias enumeradas pelos evangelistas diz respeito a Maria - Mãe de Jesus segundo a carne - e qual a José, que era pai do Senhor segundo a lei judaica. Nem sabemos se a cidade natal de São José era Belém, onde se recenseou, ou Nazaré, onde vivia e trabalhava.Sabemos, porém, que não era uma pessoa rica: era um trabalhador, como milhões de outros homens em todo o mundo; exercia o ofício fatigante e humilde que Deus havia escolhido para Si ao tomar a nossa carne e ao querer viver trinta anos entre nós como outra pessoa qualquer.


A Sagrada Escritura diz-nos que José era artesão. Vários Padres acrescentam que foi carpinteiro. São Justino, referindo a vida …

Meditações para o Santo Natal - 8º dia da Novena

Imagem
Ò Rei dos povos e seu anseio,pedra angular que reunis os povos num só: vinde e salvai o homem que formastes da terra *** "O sinal de Deus é a simplicidade. O sinal de Deus é o menino. O sinal de Deus é que Ele faz-se pequeno por nós. Este é o seu modo de reinar. Ele não vem com poder e grandiosidades externas. Ele vem como menino - inerme e necessitado da nossa ajuda. Não nos quer dominar com a força. Tira-nos o medo da sua grandeza. Ele pede o nosso amor: por isto faz-se menino. Nada mais quer de nós senão o nosso amor, mediante o qual aprendemos espontaneamente a entrar nos seus sentimentos, no seu pensamento e na sua vontade - aprendemos a viver com Ele e a praticar com Ele a humildade da renúncia que faz parte da essência do amor. Deus fez-se pequeno a fim de que nós pudéssemos compreendê-Lo, acolhê-Lo, amá-Lo.
***

Os Padres da Igreja, na sua tradução grega do Antigo Testamento, encontravam uma palavra do profeta Isaías que Paulo também cita para mostrar como os novos caminhos de…

Meditações para o Santo Natal - 7º dia da Novena

Imagem
Ò Estrela nascente, esplendor da luz eterna e sol de justiça:vinde e iluminai os que vivem nas trevas e na sombra da morte

"Quando Cristo inicia a sua pregação na terra, não oferece um programa político, mas diz simplesmente: Fazei penitência, porque o reino dos céus está próximo (Mt 3, 2; 4, 17). Encarrega os discípulos de anunciarem essa boa nova (cfr. Lc 10, 9), e ensina a pedir na oração o advento do reino (cfr. Mt 6, 10). Eis o reino de Deus e a sua justiça: uma vida santa; isso é o que temos que procurar em primeiro lugar, a única coisa verdadeiramente necessária (cfr. Lc 10, 42).A salvação pregada por Nosso Senhor Jesus Cristo é um convite dirigido a todos: O reino dos céus é semelhante a um rei que celebrou as núpcias de seu filho e enviou os criados a chamar os convidados para as bodas (Mt 22, 2-3).


Por isso, o Senhor revela que o reino dos céus está no meio de vós (Lc 17, 21). Ninguém é excluído da salvação, se livremente abre as portas às amorosas exigências de Cristo: …

Meditações para o Santo Natal - 6º dia da Novena

Ò Chave de David e cetro da casa de Israel,que abris e ninguém pode fechar, fechais e ninguém pode abrir: vinde, libertai das prisões os cativos que vivem nas trevas e na sombra da morte. Preparando-nos para a festa de Natal, nós pensamos nos justos do Antigo Testamento que esperaram a primeira vinda do Messias. Lemos os oráculos de seus profetas, cantamos seus salmos e recitamos suas orações. Mas nós não fazemos isto pondo-nos em seu lugar como se o Messias ainda não tivesse vindo, mas para apreciar melhor o dom da salvação que nos trouxe. O Advento para nós é um tempo real. Podemos recitar com toda verdade a oração dos justos do AT e esperar o cumprimento das profecias porque estas ainda não se realizaram plenamente; se cumprirão com a segunda vinda do Senhor. Devemos esperar e preparar esta última vinda. No realismo do Advento podemos recolher algumas atualizações que oferecem realismo à oração litúrgica (...) a Igreja ora por um Advento pleno e definitivo, por uma vinda de Cristo p…

Meditações para o Santo Natal - 5º dia da Novena

Imagem
Ó Emanuel:Deus-conosco, nosso Rei Legislador, Esperança das nações e dos povos Salvador:Vinde enfim para salvar-nos, ó Senhor e nosso Deus! "Ao celebrar anualmente a liturgia de Advento, a Igreja atualiza esta espera do Messias: participando da longa preparação da primeira vinda do Salvador, os fiéis renovam o ardente desejo de sua segunda Vinda. Celebrando o natal e o martírio do Precursor, a Igreja se une ao desejo de este: «É preciso que ele cresça e que eu diminua» (Jo 3, 30).

É por meio de nossa fé, esperança e amor que ele quer fazer brilhar a luz continuamente na noite do mundo.Sua presença já começou, e somos nós, os crentes, que, por sua vontade, devemos fazê-lo presente no mundo.É por meio de nossa fé, esperança e amor que ele quer fazer brilhar a luz continuamente na noite do mundo. De modo que as luzes que acendamos nas noites escuras sejam ao mesmo tempo consolo e advertência: certeza consoladora de que «a luz do mundo» já foi acesa na noite escura de Belém e transfor…

Meditações para o Santo Natal - 4º dia da Novena

Imagem
Ó Rei das nações,Desejado dos povos; Ó Pedra angular, que os opostos unis:Oh! Vinde e salvai este homem tão frágil, que um dia criastes do barro da terra.

<> – assim a Antífona aclama o Messias que virá. Várias vezes os profetas anunciaram que o Messias seria rei descendente de Davi. Mas, sobretudo com o Profeta Isaías (cf. 11,10) e com os Salmos (cf. 71/72) firmou-se profundamente a convicção de que o seu reinado não se limitaria somente a Israel: ele reinaria sobre todas as nações e nele toda a humanidade seria salva; ele seria luz para iluminar as nações e glória do povo de Deus, Israel (cf. Lc 2,29-32)!

Assim, Aquele que o ventre da Virgem gerou não somente realiza as profecias de Israel, mas é também o Desejado dos povos, aquele que satisfaz os melhores desejos e sonhos da humanidade toda. A ele todos os povos virão! São Mateus diz isso com a narrativa dos Magos, que vêm de longe seguindo a estrela do Rei dos judeus (cf. Mt 2,1-12); São João exprime essa mesma idéia com os g…

Meditações para o Santo Natal - 3º Dia da Novena

Imagem
Ó Raiz de Jessé,Ó estandarte, levantado em sinal para as nações!Ante vós se calarão os reis da terra, e as nações implorarão misericórdia

Ao iniciamos a preparação próxima para o Natal, e a liturgia se volta para o protagonista principal da festa: Jesus Cristo. O Evangelho nos apresenta a árvore genealógica de Jesus, como descendente de Davi. Nós ficamos edificados com a misericórdia de Deus, ao vermos que faz parte dessa genealogia quatro mulheres: Tamar, Raab, Rute e Betsabéia. Tamar, através de trapaças, teve um filho do seu próprio sogro Judá (Gn 38); Raab era a prostituta de Jericó (Js 2); Rute não era judia, mas moabita (Rt 4); E Betsabéia adulterou-se com Davi (2Sm 11). Como Deus é misericordioso conosco! Jesus veio mesmo tirar a humanidade da lama.


Jesus Cristo, o Filho de Deus, converte-se no novo molde do ser humano, já que o homem perdeu seu molde original, dado pelo criador. Vemos claramente que o mistério do homem só se esclarece no mistério do Novo Homem, enviado pelo Pai,…

Meditações Para o Santo Natal -2º dia da Novena

Imagem
Ó Adonai,Guia da casa de Israel, que aparecestes a Moisés na sarça ardente e lhe destes a vossa lei sobre o Sinai: Vinde salvar-nos com o braço poderoso!


A segunda vinda do Senhor nas cartas de São Paulo
Pe. Gregório Lutz, CSSp

No advento comemoramos que Jesus veio “revestido da nossa fragilidade, ... a primeira vez para realizar seu eterno plano de amor e abrir-nos o caminho da salvação” e que “revestido de sua glória ele virá uma segunda vez para conceder-nos em plenitude os bens prometidos que... vigilantes esperamos” (1º prefácio do advento).

De fato, no início do advento continuamos olhando, como fizemos em todo o mês de novembro, desde a festa de todos os santos até a festa de Cristo Rei, para o fim da vida terrestre e deste mundo e, além disso, para a vida do mundo que há de vir. Somente quando entramos mais para dentro do advento, o nosso olhar se dirige para a memória da primeira vinda do Senhor. Já que estamos no ano Paulino, parece conveniente lembrar como São Paulo nos apresen…

Meditações para o Santo Natal - 1º dia da Novena

Imagem
A perícope (do grego perikopê - passagem evangélica), apresentada para esse IV Domingo do Advento, é o mesmo que a Igreja Romana manda que se leia na Solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, celebrada há poucos dias. Eis a razão da repetição dos trechos evangélicos num curto espaço de tempo.


Este é o último Domingo do Advento. Depois dele, estaremos às portas do Natal. Já iniciamos, desde o 16 de dezembro, a novena preparatória, em que as Missas e os Ofícios da Liturgia das Horas antevêem a vinda do Cristo. Famosas são, nesse período, as “Antífonas do Ó”, cantadas a partir do dia 17 até o dia 23, antes do Magnificat das Vésperas. Cada dia uma frase, iniciada pela locução “ó”, antecipa o cântico próprio dessa hora canônica. Assim temos:

Ó Sabedoria,Que saístes da boca do Altíssimo, e atingis os confins de todo o universo e com força e suavidade governais o mundo inteiro!Oh! Vinde ensinar-nos o caminho da prudência!

Festa importantíssima para a Cristandade, é natural que “tenha …

Festa da Imaculada Conceição de Nossa Senhora

Imagem
Eu sou a maculada Conceição ! “Porei ódio entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar” (Gn 3, 15).“Não foi Adão o seduzido, mas a mulher” (1Tm 2,14)“Na plenitude dos tempos, Deus enviou Seu Filho ao mundo nascido de uma mulher” (Gl 4,4).No ponto central da história da salvação se dá um acontecimento ímpar em que entra em cena a figura de uma Mulher.; portanto, devia ser também por meio da mulher que a salvação chegasse à terra.
São Leão Magno, Papa do século V e doutor da Igreja, afirma:“O antigo inimigo, em seu orgulho, reivindicava com certa razão seu direito à tirania sobre os homens e oprimia com poder não usurpado aqueles que havia seduzido, fazendo-os passar voluntariamente da obediência aos mandamentos de Deus para a submissão à sua vontade. Era portanto justo que só perdesse seu domínio original sobre a humanidade sendo vencido no próprio terreno onde vencera”.O Senhor antecipou para Maria, a “bendita entre todas …

Oração de São Bernardo

Imagem
Oração de São Bernardo (1090-1153), Abade e doutor da Igreja, “Sermão sobre o Missus est”:
“Ó tu, quem quer que sejas, que nas correntezas deste mundo te apercebas: antes ser arrastado entre procelas e tempestades do que andando sobre a terra, desviares os olhos desta Estrela, se não queres afogar-te nessas águas.Se se levantam os ventos das tentações, se cais nos escolhos dos grandes sofrimentos, olha a Estrela, invoca Maria. Se as iras, ou avareza, ou os prazeres carnais se abaterem sobre tua barca, olha para Maria.Se, perturbado pelas barbaridades de teus crimes, se amedrontado pelo horror do julgamento, começas a ser sorvido em abismos de tristeza e desespero, pensa em Maria.Nos perigos, nas angústias, nas dúvidas, olha para a Estrela, pensa em Maria, invoca Maria. Que ela não se afaste de teus lábios, não se afaste de teu coração. E, para que possas pedir o auxílio de sua oração, não esqueças o exemplo de sua vida. Seguindo-a, não te desviarás; suplicando-lhe, não desesperarás; pe…

Histórico do Dogma da Imaculada Conceição

Imagem
Histórico do Dogma da Imaculada Conceição

O pecado original é uma realidade misteriosa e pouco evidente para nós enquanto comporta um prolongamento da culpa dos progenitores a todos nós. Neste dia nós o consideramos na sua conspícua exceção ou melhor no seu singular privilégio concedido a Maria, que foi dele preservada desde o primeiro instante de sua concepção, de sua existência humana.


O valor doutrinal desta festividade é manifesto na oração da Missa da Imaculada Conceição, que sublinha o privilégio concedido à futura Mãe de Deus; "Ó Deus, que pela Imaculada Conceição da Virgem preparastes ao vosso Filho uma morada digna dele...", e a própria natureza deste privilégio, enquanto não subtrai Maria à Redenção universal efetuada por Cristo: "Vos que a preservastes de toda a mancha na previsão da morte do vosso Filho..."Antes que Pio IX com a bula Ineffabilis Deus de1854 definisse solenemente o dogma da Imaculada Conceição, não obstante as hesitações de alguns teólogos…
Imagem
A quem usar com fé e devoção esta medalha, muitas graças Eu concederei...


As palavras de Maria foram: “Manda cunhar uma Medalha por este modelo; as pessoas que a usarem, receberão grandes graças, mormente se a trouxerem ao pescoço; hão de ser abundantes as graças para as pessoas que a trouxerem com confiança".


Muitos milagres, prodígios e curas de doentes foram feitas por essa Medalha bendita e o povo cristão deu-lhe o título de Milagrosa. Ela é um rico presente que Maria Imaculada quis oferecer ao mundo no século XIX, como penhor dos seus carinhos e bênçãos maternais.