Postagens

Mostrando postagens de 2013

Homilia do Santo Padre, o Papa Francisco - Missa do Galo - Natal 2013

Imagem
Cidade do Vaticano (RV) - Abaixo, a íntegra da homilia do Papa Francisco na Santa Missa na Noite de Natal. Basílica de S. Pedro, 24 de dezembro de 2013.
1. «O povo que andava nas trevas viu uma grande luz» (Is 9, 1).
Esta profecia de Isaías não cessa de nos comover, especialmente quando a ouvimos na liturgia da Noite de Natal. E não se trata apenas dum facto emotivo, sentimental; comove-nos, porque exprime a realidade profunda daquilo que somos: somos povo em caminho, e ao nosso redor – mas também dentro de nós – há trevas e luz. E nesta noite, enquanto o espírito das trevas envolve o mundo, renova-se o acontecimento que sempre nos maravilha e surpreende: o povo em caminho vê uma grande luz. Uma luz que nos faz reflectir sobre este mistério: o mistério do andar e do ver.
Andar. Este verbo faz-nos pensar no curso da história, naquele longo caminho que é a história da salvação, com início em Abraão, nosso pai na fé, que um dia o Senhor chamou convidando-o a partir, a sair do seu país para …

Natal Hoje e Sempre....(Dom Fernando Rifan)

Imagem
Dom Fernando Arêas Rifan* 


“Transcorridos muitos séculos desde que Deus criou o mundo e fez o homem à sua imagem; - séculos depois de haver cessado o dilúvio, quando o Altíssimo fez resplandecer o arco-íris, sinal de aliança e de paz; - vinte e um séculos depois do nascimento de Abraão, nosso pai; - treze séculos depois da saída de Israel do Egito, sob a guia de Moisés; - cerca de mil anos depois da unção de Davi, como rei de Israel; - na septuagésima quinta semana da profecia de Daniel; - na nonagésima quarta Olimpíada de Atenas; - no ano 752 da fundação de Roma; - no ano 538 do edito de Ciro, autorizando a volta do exílio e a reconstrução de Jerusalém; - no quadragésimo segundo ano do império de César Otaviano Augusto, enquanto reinava a paz sobre a terra, na sexta idade do mundo: JESUS CRISTO DEUS ETERNO E FILHO DO ETERNO PAI, querendo santificar o mundo com a sua vinda, foi concebido por obra do Espírito Santo e se fez homem; transcorridos nove meses, nasceu da Virgem Maria, em …

É Natal

Imagem
Hoje brilhará sobre nós a luz, porque nos nasceu o Senhor! Eis a grande novidade que comove os cristãos e que, através deles, se dirige à Humanidade inteira. Deus está aqui!

Deus quis precisar de nós. 

O Natal também está rodeado de uma simplicidade admirável: o Senhor vem sem aparato, desconhecido de todos. Na Terra, só Maria e José participam na divina aventura. Depois, os pastores, avisados pelos Anjos. E mais tarde os sábios do Oriente. Assim acontece o facto transcendente que une o Céu à Terra, Deus ao homem! 

Natal. 

Escreves-me: "Unindo-me à santa espera de Maria e de José, também eu espero, com impaciência, o Menino. Que contente hei-de ficar em Belém! Pressinto que vou rebentar numa alegria sem limites. Ah! e, com Ele, também eu quero nascer de novo...". Oxalá se torne verdade esse teu querer!

O que nos diz?
Estamos no Natal. Acodem-nos à memória os diversos factos e circunstâncias que rodearam o nascimento do Filho de Deus e o olhar detém-se na gruta de Belém, no lar de …

Terceiro Domingo do Advento - "Gaudete"

Imagem
" Gaudete in Domino semper "  " Alegrai-vos sempre no Senhor " 


"Advento. Que bom tempo para remoçar o desejo, o anelo, as ânsias sinceras pela vinda de Cristo!, pela sua vinda quotidiana à tua alma na Eucaristia! "Ecce veniet!", está a chegar!, anima-nos a Igreja”  Procura a união com Deus e enche-te de esperança - virtude segura! -, porque Jesus te iluminará, mesmo na noite mais escura, com a luz da sua misericórdia."


"São José Maria Escrivá nos adverte que "é bom que tenhamos considerado as insídias destes inimigos da alma: a desordem da sensualidade e a leviandade; o desatino da razão que se opõe ao Senhor; a presunção altaneira, esterilizadora do amor a Deus e às criaturas. Todas estas disposições de ânimo são obstáculos certos e o seu poder perturbador é grande. Por isso a liturgia faz-nos implorar a misericórdia divina: a ti elevo a minha alma, Senhor, meu Deus. E em ti confio; não seja eu confundido!

"Não riam de…

11 de Dezembro - Santa Maria Maravilhas de Jesus

Imagem
Maria de las Maravilhas Pidaly Chico de Guzmán nasceu em Madri no dia 4 de novembro de 1891, filha de Luís Pidal e Cristina Chico de Guzmán y Muñoz, Marqueses de Pidal. Seu pai exerceu os cargos de ministro de Fomento, embaixador da Espanha junto à Santa Sé e presidente do Conselho de Estado.

Madre Maravilhas de Jesus afirmará que sentiu o apelo divino para a vida religiosa com o despertar da razão. Aos cinco anos de idade, fez voto de castidade. Diariamente ia com sua avó à santa Missa e, apesar de seu desejo, não pôde fazer a primeira comunhão senão depois dos 10 anos de idade, como era costume na época. Dirá ela a seu diretor espiritual: “O dia de minha primeira comunhão foi felicíssimo. Só falei com o Senhor de meus anelos de que chegasse o dia de poder ser toda sua na vida religiosa”.
Ler Mais...

Nossa Senhora do Ó

Imagem
Dom Fernando Arêas Rifan* 
Advento é o tempo da expectativa e preparação do Natal. Nas Vésperas dos dias que antecedem a grande festa natalina, cantam-se as belíssimas antífonas latinas que começam com a exclamação de desejo “Ó!”: Ó Sabedoria, Ó Adonai, Ó Raiz de Jessé, Ó Chave de Davi, Ó Oriente, Ó Rei das Nações, Ó Emanuel, palavras das antigas profecias bíblicas, referentes ao Salvador cujo nascimento celebraremos no Natal.
O modelo para nós de expectativa do Messias é a sua Mãe, Maria Santíssima. Por causa dessas antífonas da expectação, o povo deu a ela o título de Nossa Senhora do Ó. É uma devoção muito antiga, surgida na Espanha e em Portugal. Aqui no Brasil, em São Paulo, temos a “Freguesia (paróquia) do Ó”, bairro, onde se encontra a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Expectação do Ó, cuja construção começou em 1610.
A devoção a Nossa Senhora é inata no povo católico. Enquanto os teólogos, durante séculos, discutiam a base teológica da Imaculada Conceição da Virgem Maria – o dogm…

Advento

Imagem
Dom Fernando Arêas Rifan* 
Palavra oriunda do latim, significando “vinda”, Advento é o tempo litúrgico de preparação para o Natal, sendo, na expressão do Papa Francisco, “um novo caminho do Povo de Deus com Jesus Cristo, o nosso Pastor, que nos guia na história para o cumprimento do Reino de Deus e nos faz experimentar um sentimento profundo do sentido da história. Redescobrimos a beleza de estar todos em caminho: a Igreja, com a sua vocação e missão, e toda a humanidade, os povos, as culturas, todos em caminho pelos caminhos do tempo”.
“Mas em caminho para onde? Há uma meta comum? E qual é esta meta?”, pergunta o Papa. “Este caminho não está nunca concluído. Como na vida de cada um de nós, há sempre necessidade de começar de novo, de levantar-se, de reencontrar o sentido da meta da própria existência, assim, para a grande família humana é necessário renovar sempre o horizonte comum rumo ao qual somos encaminhados. O horizonte da esperança! Este é o horizonte para fazer um bom caminho.…

08 de Dezembro de 2013 - Imaculada Conceição de Nossa Senhora

Imagem
Por São José Maria Escrivá
Em 1854, o Papa Pio IX declarou solenemente a Imaculada Conceição de Nossa Senhora, que celebramos no dia 8 de dezembro.
Isto significa que foi preservada imune de toda a mancha da culpa original desde o primeiro instante da sua conceção, por singular graça e privilégio de Deus omnipotente, em atenção aos méritos de Cristo Jesus Salvador do género humano.
Procura Deus no fundo do teu coração limpo, puro; no fundo da tua alma, quando lhe és fiel, e não percas nunca essa intimidade! E se, alguma vez, não souberes como falar-lhe nem que dizer-lhe, ou não te atreveres a procurar Jesus dentro de ti, recorre a Maria, "tota pulchra", toda pura, maravilhosa, para lhe confiares: - Senhora, nossa Mãe, Nosso Senhor quis que fosses Tu, com as tuas mãos, quem cuidasse de Deus; ensina-me - ensina-nos a todos - a relacionar-nos com o teu Filho! (Forja 84)
Comoveu-me a súplica vibrante que saiu dos teus lábios:
"Meu Deus, só desejo ser agradável aos teus olho…

01 Dezembro 2013 - Primeiro Domingo do Advento

Imagem
Sermão para o Primeiro Domingo do Advento Padre Daniel Pinheiro


Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém. Ave Maria. [...] Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós.
Entramos hoje, caros católicos, no Tempo do Advento, que como todos sabem é o tempo de preparação para a festa do Nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, a segunda festa mais importante no calendário litúrgico após a Páscoa. O Natal, todavia, não é simplesmente a comemoração de um acontecimento histórico, ocorrido há mais de dois mil anos. O Natal, como toda festa litúrgica, traz consigo uma graça particular. A festas litúrgicas nos trazem à memória um mistério da vida de Nosso Senhor ou de Nossa Senhora, e trazem também a graça anexa a esse mistério. Ora, como a graça do Nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo é uma graça extraordinária, a Igreja quer nos preparar durante essas quatro semanas para recebê-la bem. As graças do nascimento de Cristo se comunicam de modo particular durante …

27 de Novembro - Festa da Medalha Milagrosa

Imagem
As Doze Estrelas

English Version - Click Here 
Dom Fernando Arêas Rifan*

A bandeira da União Européia (UE), estabelecida pelo Tratado de Maastricht na década de 1990, possui 12 estrelas douradas que formam um círculo sobre um fundo azul. Essa bandeira aparece na face de todas as notas de “Euro” e as estrelas em todas as moedas. Essa bandeira foi criada pelodesigner francês católico Arsène Heitz, que ganhou a competição para a escolha do símbolo maior da UE. Heitz disse que se inspirou na “Medalha Milagrosa” que ele usava no pescoço. O simbolismo da bandeira é uma clara alusão à devoção mariana, que atribui a Nossa Senhora a passagem do início do capítulo 12 do Apocalipse: “E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e sobre a cabeça uma coroa de 12 estrelas”. O presidente da comissão julgadora era um judeu belga que se convertera ao catolicismo e foi bastante sensível ao número 12 que, na simbologia bíblica, representa a perfeição: 12 tri…

Prepação para o Novo Ano Litúrgico

Imagem
Santoral Carmelitano - São Rafael Kalinowski
“Fora da oração não tenho nada para oferecer ao meu Deus. Não posso jejuar, não tenho quase nada para dar em esmola; falta-me a força para o trabalho. Resta-me somente rezar e sofrer. Porém, nunca tive tesouros maiores e não quero outra coisa.”
A divisão do Ano eclesiástico na Forma Extraordinária Por Padre Gaspar Pelegrini
Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney www.adapostolica,org
Domingo (24/11) é o ultimo domingo do ano litúrgico atual. E todos sabemos que o ano liturgico começa no Advento. Mas você, caro leitor, conhece a divisao do ano eclesiástico? Vamos aprender mais?
O ano eclesiástico começa no primeiro Domingo do Advento e termina no 24º Domingo depois de Pentecostes. Compõe-se de estações ou tempos litúrgicos. O PRÓPRIO DO TEMPO OU CICLO TEMPORAL­, revela-nos Nosso Senhor no quadro tradicional dos grandes mistérios de nossa santa religião. Simultaneamente, desenvolve-se com este um ciclo secundário, chamado o…

"O Escândalo da Corrupção"- D. Fernando Arêas Rifan

Imagem
Dom Fernando Arêas Rifan*
Já falamos no assunto. Mas como a corrupção é um dos piores crimes, disseminada por toda a parte, o Papa Francisco voltou a tratar do assunto na semana passada. 

Ainda quando Cardeal, o Papa falava de uma corrupção que é “o joio do nosso tempo”. E o pior: “o corrupto não percebe sua corrupção. Ocorre como com o mau hálito: dificilmente aquele que tem mau hálito o percebe. Os outros é que o sentem e têm que lhe dizer. Por isso, também, dificilmente o corrupto pode sair de seu estado por remorso interno. Seu bom espírito dessa área está anestesiado”. Falando agora, o Papa diferencia a corrupção do simples pecado. Segundo ele, “aquele que peca e se arrepende, pede perdão, se sente frágil, se sabe filho de Deus, se humilha e pede a salvação a Jesus”. Mas quem é corrupto, “escandaliza”, não pelas suas culpas, mas porque “não se arrepende”, “continua a pecar e, mesmo assim, finge que é cristão”. É alguém que leva, enfim, uma “vida dupla”. E isso “faz muito mal” para…

19 de Dezembro - São Rafael Kalinowski

Imagem
“Fora da oração não tenho nada para oferecer ao meu Deus. Não posso jejuar, não tenho quase nada para dar em esmola; falta-me a força para o trabalho. Resta-me somente rezar e sofrer. Porém, nunca tive tesouros maiores e não quero outra coisa.”
São Rafael Kalinowski
Biografia por Frei Patrício Sciadini, OCD
No dia 22 de junho de 1983, o papa João Paulo II o beatificou quando visitava a Cracóvia. Passados apenas oito anos, no dia 17 de novembro de 1991 será proclamado santo…(p.11). Frei Rafael nasceu na pequena cidade de Vilna, no dia 1º de setembro de 1835. Filho de um diretor e professor no Instituto dos Nobres. Sua mãe morre quando ele tem dois meses de vida.O pai casou-se três vezes e teve oito filhos….Frei Rafael, antes de ser carmelita descalço, chamava-se José. Segundo o costume do tempo, no início do noviciado, foi-lhe mudado o nome para: Rafael de São José…(p.13).
Ler todo o Artigo...clique aqui

English Version...click here

08 de Novembro - Beata Elizabeth da Trindade

Imagem
“Que eu seja para Ele uma humanidade de acréscimo.”



Cristo veio restituir à humanidade decaída o esplendor da imagem divina, que o pecado havia feito perder. Alguns reproduzem com brilho especial este ou aquele aspecto da vida de Jesus: seu silêncio, e Nazaré, o poder de suas palavras sobre as multidões, seu domínio das almas, as ignomínias da Paixão, o abandono dos seus, a humildade, a paciência, o desprezo das riquezas, a vida de adoração e reparação, o amor para com o Pai, etc...
“Vivo enim, Jam non ego, vivit vero in me Christus” (Já não sou eu quem que vivo, é Cristo que vive em mim – Gl 2,20): eis aí o meu sonho de Carmelita!”

Esta transformação começada no batismo prossegue sem interrupção através de todas as etapas de sua vida. Mesmo as festas mais mundanas não conseguiam afastá-la da invisível presença de Cristo. No leito das dores, seu único desejo é morrer transformada no Crucificado. As epístolas de São Paulo foram fontes de luz para esta alma. As fórmulas de fé por ele dirig…